O desconto de duplicatas é uma prática comum entre as empresas, principalmente quando se quer assegurar recursos financeiros para arcar com custos do negócio.

Essa modalidade funciona como um adiantamento de capital, onde o banco antecipa o valor da duplicata por meio da cobrança de uma taxa. Esse documento é imitido  em operações de compra e venda entre empresas.

A duplicata funciona como um título de credito  que estabelece o contrato entre dois negócios e informa o valor e o vencimento dele. Ela será utilizada como garantia para que a instituição financeira libere o crédito a você.

Ou seja, o desconto de duplicatas é um adiantamento de um dinheiro que entraria no caixa da empresa futuramente e que você está adiantando, dando o título como garantia.

Como funciona o desconto de duplicatas?

 O desconto de duplicatas é uma estratégia muito utilizada pelas empresas como forma de conseguir um capital de giro mais rápido. Por isso, ela também é chamada de antecipação de recebíveis.

Entretanto o valor recebido não será o valor total do título, pois há o desconto de taxas bancárias e outros encargos.

É muito importante saber que  embora tenha a transferência de título ao banco, a empresa continua sendo responsável pela quitação dessa dívida, caso a outra empresa fique inadimplente.

Essa costuma ser uma das melhores opções de crédito, devido a suas menores taxas e menos burocracias. Porém, se você quer obter capital de giro para sua empresa, é importante avaliar outras alternativas para encontrar o melhor custo benefício.

Para fazer o desconto de duplicatas você deve ir até a instituição financeira e solicitar essa opção de crédito. Eles irão avaliar os dados da sua empresa e te conceder ou não essa linha de crédito.

Caso a operação dê certo o banco ficará com título como forma de garantia, mas sua empresa ainda será responsável pela dívida até que a outra empresa pague.

Por isso, é importante ficar atento aos riscos para que sua empresa não tome  um prejuízo ainda maior (devido às taxas, encargos e juros que terá que pagar ao banco).

Encargos em um desconto de duplicatas

Quando a duplicata é descontada, a instituição financeira deduz alguns valores no montante original do título. Conheça agora quais são esses encargos:

  • IOF

O imposto sobre operações financeiras incide sobre o valor nominal do título. Hoje o valor está em 0,38% fixo sobre o valor da operação.

  • Taxa de desconto

Esse desconto representa os juros mensais até a data do vencimento do documento. Caso não ocorra o pagamento até essa data, irá incidir outros juros em cima do montante, até que a dívida seja quitada.

  • Taxa administrativa

Essa taxa visa cobrir as despesas bancárias de controle de crédito e abertura de conta.  É um valor fixo cobrado pelas instituições financeiras para realizar a operação.

Esse valor vai variar de um lugar para outro. Para você saber qual é basta consultar na hora da contratação.

Tipos de desconto de duplicatas 

Existem algumas possibilidades de fazer o desconto. Para você conseguir realizar a operação é importante conhecer cada uma delas. Veja a seguir!

  • Cobrança simples

Esses foram alguns dos tipos de desconto de duplicatas. Conseguiu entender mais sobre o assunto? Agora você já pode ir a uma instituição financeira e antecipar o seu capital.

 

Cobrança Simples e Cobrança Caucionada são formas disponibilizadas pelas instituições para que os empresários emitam boletos em todas as vendas realizadas.

Cobrança simples ou não registrada: imediatamente após a venda o cliente recebe o boleto e não há registro no sistema do banco e não podem ser protestadas.

Caso a empresa desejar antecipar valores por conta dos títulos em cobrança simples deverá solicitar ao Gerente ou entrar no sistema e selecionar os títulos desejados para serem transformados de cobrança simples para carteira de desconto.

Desta forma os direitos creditórios são transferidos ao banco e o valor líquido depositado na conta da empresa.

Cobrança caucionada: o empresário faz a caução dos títulos na instituição como garantia de operação de crédito. À medida que s títulos vão sendo quitados o saldo devedor vão sendo amortizado, até a liquidação total.

Existem ainda outros tipos de cobrança no mercado, sendo os mais utilizados são os de cobranças simples ou não registrada e a cobrança caucionada.

Além destas modalidades existe a cobrança descontada direta, onde os boletos são emitidos contra as empresas devedores e as instituições adiantam os valores de imediato, creditando na conta corrente da empresa cedente dos títulos. Clique aqui para ver o proximo artigo, Desconto de duplicatas: diferença entre o Financia Tudo e os bancos